sexta-feira, 23 de abril de 2010

Hey, I'm here now!

Fazia um mês já que eu não postava...muitas teias e pó por aqui, mas ainda assim teve uma galera me dizendo que continuaram entrando pra ver se eu tinha atualizado. Fiquei meio surpreso, não sabia que estavam gostando desse diário que não é diário. HAHA

Bom galera, resolvi dessa vez, no lugar de textos extremamente filosóficos e reflexivos, por um poema escrito na hora. Espero que consiga me expressar de como estou atualmente, e passar algo que possa ajudar vocês em suas caminhadas para o seu destino, em cada período de tempo, de antemão, determinados.


O que se poderia dizer
De modo que se pudesse ser?
Como agir de forma trivial
Sem parecer, anormal?

Esqueci-me de tudo,
Como o mar apaga escrituras na areia.
Reaprendi a viver,
De modo simples e profundo.

Todavia deveria eu
Abrir mão de tudo?
Acredito em sonhos
Sonho sonhos.

Guardados, prontos para sairem
Realizados por honra.
Por uma vida que busca
A vida, retidão e justiça.

Ir, vir
Parar, observar
Agir, avançar
Discernir o conquistar.

Sou livre,
Ele vive
Presenteou-me
VIDA.

Hoje o que importa?
Viver!
Como viver?
EU vivo nEle!
E o que mais?
O mais, vem com o tempo
E o que não vier?
HAKUNA MATATA! HAHA